home office

Aventuras e desventuras do home office

O home office tem se mostrado uma importante medida de prevenção ao novo coronavírus. O Ministério da Saúde recomendou a prática para evitar grandes aglomerações e, consequentemente, prevenir o contágio. Grandes empresas que já tinham parte de sua força de trabalho apta para adotar a prática – Amazon, Wipro e Google – rapidamente orientaram seus times a trabalhar de casa como uma forma de manter as atividades com o menor impacto ao negócio.

Para garantir a conexão de tanta gente às redes remotas, as empresas estão buscando parceiros para aluguel de notebooks e investindo na melhoria da conexão. Afinal, boa parte delas não tinha o regime de home office ou tinha a política de forma esporádica. Dessa forma, a rede de dados dessas companhias não estava preparada para conectar 100% dos colaboradores.

Superado o problema da conectividade. Surgem outros desafios. Pais e mães passam a trabalhar de casa dividindo o espaço com os filhos. As escolas em alguns estados já suspenderam as atividades como medida preventiva. Trabalhar de casa passa a ser um desafio: garantir a gestão do tempo e a produtividade, sem perder tempo com atividades rotineiras ou distrações.

O home office, como qualquer forma de trabalho, traz pontos positivos e negativos para a rotina do colaborador. De acordo com um estudo da IBM nos Estados Unidos, a produtividade tende a aumentar, mas há uma diminuição no convívio com os demais colegas e uma diminuição das fronteiras entre a vida pessoal e privada, já que o colaborador pode ser facilmente acionado fora do horário de trabalho.

Algumas práticas simples podem ajudar a manter a boa comunicação com o time, manter o foco e a equilibrar as horas de trabalho.

– Estabeleça uma rotina clara e um local de trabalho;

– Vista-se como se fosse ao escritório;

– Se tem filhos ou familiares em casa, combine as pausas para interrupções;

– Mantenha uma boa comunicação com o seu time, ligue sempre que possível por vídeo para humanizar o contato;

– Utilize um bom antivírus para garantir a proteção dos dados;

Ao final desse período difícil para a saúde do nosso país, poderemos amadurecer em algumas práticas como o trabalho remoto e a melhor comunicação, ainda que à distância.

O home office tem se mostrado uma importante medida de prevenção ao novo coronavírus. O Ministério da Saúde recomendou a prática para evitar grandes aglomerações e, consequentemente, prevenir o contágio. Grandes empresas que já tinham parte de sua força de trabalho apta para adotar a prática – Amazon, Wipro e Google – rapidamente orientaram seus times a trabalhar de casa como uma forma de manter as atividades com o menor impacto ao negócio.

 

Para garantir a conexão de tanta gente às redes remotas, as empresas estão buscando parceiros para aluguel de notebooks e investindo na melhoria da conexão. Afinal, boa parte delas não tinha o regime de home office ou tinha a política de forma esporádica. Dessa forma, a rede de dados dessas companhias não estava preparada para conectar 100% dos colaboradores.

Superado o problema da conectividade. Surgem outros desafios. Pais e mães passam a trabalhar de casa dividindo o espaço com os filhos. As escolas em alguns estados já suspenderam as atividades como medida preventiva. Trabalhar de casa passa a ser um desafio: garantir a gestão do tempo e a produtividade, sem perder tempo com atividades rotineiras ou distrações.

O home office, como qualquer forma de trabalho, traz pontos positivos e negativos para a rotina do colaborador. De acordo com um estudo da IBM nos Estados Unidos, a produtividade tende a aumentar, mas há uma diminuição no convívio com os demais colegas e uma diminuição das fronteiras entre a vida pessoal e privada, já que o colaborador pode ser facilmente acionado fora do horário de trabalho.

Algumas práticas simples podem ajudar a manter a boa comunicação com o time, manter o foco e a equilibrar as horas de trabalho.

– Estabeleça uma rotina clara e um local de trabalho;

– Vista-se como se fosse ao escritório;

– Se tem filhos ou familiares em casa, combine as pausas para interrupções;

– Mantenha uma boa comunicação com o seu time, ligue sempre que possível por vídeo para humanizar o contato;

– Utilize um bom antivírus para garantir a proteção dos dados;

Ao final desse período difícil para a saúde do nosso país, poderemos amadurecer em algumas práticas como o trabalho remoto e a melhor comunicação, ainda que à distância.

0

Comments are closed.